Encontra-se aqui:
Tema 1
OS DESAFIOS GEO-CULTURAIS
Os espaços geo-culturais já não coin-cidem forçosamente com os territórios nacionais e adquirem uma dimensão estratégica Ir »
POLITICAS PUBLICAS E CULTURA
O desafio político de inventar os meios para enfrentar a mundia-lização cultural Ir »
ECONOMIA
e CULTURA

Como conciliar a lógica do mercado baseada no interesse e a lógica da cultura orientada para a criação da ligação social ? Ir »
COMUNICACAO
E CULTURA

Na era dos médias globais, não se pode pensar nem compreender a comunicação sem a cultura Ir »
ENDRENTAR A MUNDIALIZACAO CULTURAL
Il faut inventer les moyens de définir les con-ditions dans les-quelles les diffé-rences devien-nent un enrichis-sement et non une cause de conflits Ir »
OUTROS CONTEUDOS

Artigos
Ligações sobre os debatess
Pontos de vista

Acrescentar os favoritos 
Enviar esta página 

 Os desafios geo-culturais

Qualquer cultura é uma maneira original de construir a relação social. Longe de ser um conjunto de características ligadas a um grupo humano, um sistema de reprodução (herança) ou de produção (obras), ela é a própria expressão da condição humana. A cultura é o processo constitutivo de toda sociedade humana. Está ligada de maneira indissociável à construção identitária: a cultura, como a identidade, são processos relacionais. Hoje, esses processos interativos se inscrevem em uma dinâmica ampla, modificada especialmente pela globalização cultural.

Coordenador do debate : S. Jean TARDIF   

» Nota introdutória de Jean Tardif


Lista dos temas que serão abordados : Breves reflexões sobre a cultura
Globalização e culturas
Diálogo intercultural e o olhar do Outro
A respeito do diálogo entre as culturas

Debates em perspectiva :

A respeito do diálogo entre as culturas

Apresentação  

Os indivíduos dos dois lados do "fosso cultural" têm muito a ganhar ultrapassando as preocupações ligadas às imagens, símbolos e posições do passado, para ousar se abrir verdadeiramente à experiência do Outro. A fixação em imagens preconcebidas, doutrinas inflexíveis e posições políticas rígidas bloqueia qualquer diálogo. O que é mais importante, atualmente, para as duas comunidades, é ultrapassar as reações impulsivas ligadas a discursos curvados sobre si próprios, isto é, oposições centradas na justificação egoísta e etnocêntrica da dicotomia do "ou bem/ou bem", que divide o mundo em campos opostos...
Ler o texto de Gerd JUNNE »


DEBATES Aceder ao FORUM sobre este tema »

Diálogo intercultural e o olhar do Outro

Apresentação  

As configurações geopolíticas do mundo que se sucedem produzem, cada uma, um discurso dominante. Durante o período da rivalidade ideológica entre as duas superpotências, era a escolha entre ocidentalização ou, ao contrário, sovietização, com um Terceiro Mundo recalcitrante. Desde a implosão do império soviético e a entrada da China no mercado internacional, são as culturas e religiões "assertivas" que se encontram em meio à tempestade. A pressão de uniformização planetária exercida pela única superpotência e o discurso dominante sobre a globalização neoliberal produz contracorrentes identitárias...
Ler o texto de Louis BAECK »


DEBATES Aceder ao FORUM sobre este tema »

Globalização e culturas

Apresentação  
 
O texto de Jean Tardif, "Da exceção cultural ao pluralismo cultural mundial como projeto político", levanta problemas que merecem uma atenção particular e exigem elementos de resposta política. Na conjuntura que se designa com o conceito do grande guarda-chuva de "globalização", a questão de fundo é efetivamente a que está enunciada de imediato neste texto: "como viver em conjunto na escala planetária com diferenças irredutíveis, mas constantemente reinventadas...?" Ler o texto de Sophia MAPPA »

DEBATES Aceder ao FORUM sobre este tema »

Breves reflexões sobre a cultura

Apresentação  
 
Milan Kundera interrogou-se, outrora, em seu ensaio sobre "os desafios da literatura tcheca", se uma pequena nação pode criar uma cultura própria. Kundera lembra, nesse trabalho, que o renascimento da cultura tcheca se produziu no momento em que Goethe propôs seu célebre conceito de literatura mundial. "Uma grande nação, diz ele - traduzo do francês - dificilmente resiste à tentação de considerar sua maneira própria de viver como valor supremo...
Ler o texto de de Alejandro Serrano CALDERA »

DEBATES Aceder ao FORUM sobre este tema »


Página inicial | Actu | Actualizações | Perguntas frequentes | Contribuintes |

Proibida a reprodução sem autorização prévia
Direitos reservados, PlanetAgora.org 2004 - 2006